Sobre


Nunca consegui entender como algumas pessoas desde sempre sabem exatamente o que querem fazer de suas vidas. Eu batendo nos 31 ainda não estou bem certa. Certeza mesmo só a de que a vida deve ser vivida. Concordo com Oscar Wilde que a maioria das pessoas não vivem, apenas existem.

Não tenho medo de morrer porque essa é a única certeza de todos nós. Tenho medo de passar uma vida em branco, sem conquistas, sem realizações. É isso que me move e me faz querer mudar.

Libriana, curiosa, intrigada, teimosa. Formada em Gastronomia, um curso de Moda por acabar. Terapeuta holística. Estudante e praticante de Yoga e Reiki.

Dez cidades, quatro regiões, dois  países. Vinte (?) casas. Família e amigos espalhados. Já fui funcionária e já gerei empregos.

Essa busca toda é na verdade pela felicidade, pela realização. Mas é claro que não são só flores. Ir atrás do que se quer dá trabalho e o caminho é espinhoso.

Eu que sempre fui feliz, há alguns anos, tragada pelo cotidiano, deixei que minha vida se tornasse uma sequencia de acontecimentos, de rotina, que eu não queria pra mim. Nem de longe. Morava numa cidade que não gostava, tinha uma ritmo de trabalho doido e estava infeliz e sem dinheiro.

Cheguei a pensar: “É isso, to F*! Não tem saída. To presa nessa vida para todo o sempre e toda a eternidade”. Me desesperei.

Foi preciso muita paciencia e sangue frio para por a cabeça no lugar e PLANEJAR exatamente a vida que eu e meu esposo imaginávamos como deveria ser. Parecia que seria impossível. Isso foi há 5 anos atrás.

Hoje minha vida ainda está em construção, mas no rumo certo. Tenho plena convicção que os pensamentos norteiam nossas energias e são estas que determinam toda uma existencia.

Quero despretensiosamente compartilhar aqui as informações que tive acesso, os livros que li, os pensamentos que absorvi de terceiros, que me fizeram ser e estar melhor. Em meu trabalho como terapeuta holística, penso que sou mais uma facilitadora de transformações. Testei em mim e ofereci aos meus clientes a possibilidade de mudar de maneira consciente. Cheguei a conclusão que para mudar não basta só querer. Tudo se resume à por em prática os pensamentos e planos e vibrar na frequência correta. Existem alguns métodos e ferramentas que ajudam muito e é isso que quero compartilhar aqui.

Espero sinceramente que essas ferramentas possam ser  úteis a alguém, como foram e são para mim nessa jornada de mudar de vida.

Marina Vieira

26 de agosto de 2013